Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

:: Gestão de Projetos

Maturidade em Gerenciamento de Projetos

Leandro Aramuni Mariano

Graduado em Engenharia Elétrica pela UFMG e engenheiro de projetos eletro-eletrônico na Usiminas. Pós-Graduado em Gestão de Projetos pelo Ietec.

A nova ordem mundial está fazendo com que as organizações deixem de usar o modelo tradicional de gestão empresarial e passem a utilizar um gerenciamento voltado para projetos. Este artigo descreve o modelo de maturidade em gerenciamento de projetos criado pelo PMI, o Organizational Project Management Maturity Model (OPM3). O modelo ajuda as empresas na avaliação e melhoria do grau de maturidade que as técnicas e ferramentas de gerenciamento de projetos estão sendo aplicadas.

Palavras chaves: (Gerenciamento de projetos, maturidade, OPM3, PMI.)

1 INTRODUÇÃO

Para preservar sua posição em um mercado competitivo e complexo, onde a demanda está crescendo e os recursos estão cada vez mais escassos, as empresas estão buscando melhorar a eficiência e a eficácia de seus processos. As organizações estão adotando uma abordagem de negócios voltada para projetos. Porém, tal abordagem não garante o sucesso.

As organizações, nos últimos anos, desenvolveram vários métodos para ajudar a conquistar os objetivos estratégicos e alcançar um alto nível de maturidade na gestão de projetos. A maturidade pode ser definida como o grau com que o gerenciamento de projetos está sendo aplicado dentro da organização.

2 MODELO DE MATURIDADE EM GRENCIAMENTO DE PROJETOS

Dentre os modelos de maturidade mais utilizados no mercado, temos o Organizational Project Management Maturity Model (OPM3) desenvolvido pelo Project Management institute (PMI). 

A arquitetura do Modelo OPM3 é definida em torno de quatro elementos básicos:

1. Melhor prática (Best Practice): prática aceita e reconhecida pela organização de se conduzir um projeto de modo otimizado e mais previsível;

2. Potencialidade/Habilidade (Capability): elemento necessário para o aumento de maturidade de uma melhor prática. A existência de uma Potencialidade/Habilidade é determinada através da existência de uma ou mais saídas correspondentes;

3. Saída (Outcome): resultado tangível ou intangível que determina uma potencialidade;

4. Indicador chave de desempenho (Key Performance Indicator): critério para determinar, quantitativamente ou qualitativamente, se uma saída existe ou em que grau que ela existe.

O OPM3, diferentemente dos outros modelos, não apresenta um sistema de níveis de maturidade com apenas uma dimensão, mas sim com varias dimensões.

Uma das dimensões está relacionada com quatro estágios de progressão: padronização, medição, controle e melhoria onde as melhores práticas estão mapeadas em cada um desses estágios.

Outra dimensão envolve os três domínios: O Gerenciamento de projeto, o de programa e o de portfólio. Onde projeto é um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único (PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE, 2004); programa é um conjunto de projetos; portfolio é um conjunto de projetos e programas, não necessariamente interdependentes ou relacionados, que visam atingir os objetivos estratégicos da empresa. As melhores práticas estão também categorizadas de acordo com os domínios citados acima.

Além disso, as habilidades/potencialidades também foram mapeadas nos grupos de processo do PMBOK (iniciação, planejamento, execução, controle e encerramento).

 

Os cinco grupos de processos de Gerenciamento de Projetos (iniciação, planejamento, execução, controle e encerramento) são combinados dentro de cada um dos três domínios (Projeto, programa e portfolio), interagindo com e progredindo através dos quatro estágios. A Maturidade de cada processo em cada domínio é dependente do progresso através dos estágios (Padronização, Medição, Controle e Melhoria Contínua).
 
O OPM3 desenvolve um ciclo continuado de aperfeiçoamento do conhecimento, da avaliação e da melhoria. 

1- Conhecimento (Knowledge):

Primeiramente a organização deve se preparar para o processo de avaliação da maturidade em gerenciamento de projetos. Isso envolve o entendimento dos conceitos por trás do modelo, familiarizar com o gerenciamento de projetos na organização e com os componentes e operações do OPM3.

2- Avaliação (Assessment):

O próximo passo é a avaliação do grau de maturidade em gerenciamento de projetos da organização. Nesta fase, identificam-se quais as melhores práticas que realmente existem dentro da organização, quais os pontos fracos e fortes possibilitando localizar em qual nível de maturidade a organização se encontra. O resultado da avaliação leva a organização a planejar as melhorias, repetir a fase de avaliação ou sair do processo. Este último caso acontece se a organização está confortável com o grau de maturidade alcançado.

3- Melhorias (Improvement):

Com os resultados do passo anterior teremos a base para o plano de melhorias. Baseada nas documentações e informações, a organização identifica e prioriza as habilidades/potencialidades, desenvolve um plano para alcançar os objetivos de melhoria e executa esse plano buscando aumentar o grau de maturidade de gerenciamento de projetos na organização.

Com isso o PMI criou um modelo mais robusto comparando com os outros modelos, proporcionando para a organização mais detalhes que auxiliarão no processo de tomada de decisão e no planejamento das melhorias.

3 CONCLUSÃO

O número de empresas que estão utilizando o gerenciamento de projetos a fim de atingir seus objetivos estratégicos está aumentando significativamente. Além disso, há uma preocupação com o grau com que o esse gerenciamento de projetos está sendo aplicado. 

O modelo de maturidade de gerenciamento de projetos (OPM3) é um meio de entender, usar e melhorar as habilidades/potencialidades de uma organização para assim implementar com sucesso seus planos estratégicos através do gerenciamento de projetos, programas e portfólios.

4 REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS:

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Um guia do conjunto de conhecimentos em gerenciamento de projetos: guia PMBOK. 3.ed. Newton Square: PMI, c2004

PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Organisational Project Management Maturity Model (OPM3). Maryland, USA: Project Management Institute Inc; 2003.

KERZNER, H. (2004).Using the Project Management Maturity Model: Strategic Planning for Project Management (2nd ed.). New York: John Wiley & Sons Inc.

SOLER, A.M. OPM3: A contribuição PMI para a maturidade em gestão de projetos. Revista Mundo PM, n. III– Ano I – 2005


 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo