Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

RH/Liderança/Comunicação

A importância de qualificação da equipe do projeto

Saulo Marinho Caldas

Pós-graduado em Gestão de Projetos pelo Ietec.

Resumo:

Para busca do sucesso na implantação de investimentos / projetos, torna-se cada vez mais necessário a capacitação do time envolvido no desenvolvimento dos mesmos.

Destaca-se que este time, apesar de composto por pessoas de formação heterogênea, deve ser coeso, comprometido e dinâmico, além de estar alinhado às melhores práticas de gerenciamento de projetos, focando em assegurar maior assertividade nas buscas do atendimento aos objetivos do projeto.
 

A importância de qualificação da equipe de projetos.


Em plena ascensão no mundo empresarial, o Gerenciamento de Projetos exige cada vez mais profissionais qualificados, detalhistas e observadores para levantamento, controle e análise de informações e dados manipulados ao longo das fases do ciclo de vida de um projeto ou de um investimento.

Gerenciar projetos não é uma tarefa simples, a mesma apresenta-se complexa e muitas vezes árdua. Exige do profissional a capacidade de discernimento e aplicação das nove áreas de conhecimento (gerenciamento de integração, gerenciamento do escopo, gerenciamento de tempo, gerenciamento de custo, gerenciamento da qualidade, gerenciamento de recursos humanos, gerenciamento de comunicações, gerenciamento de riscos e gerenciamento de aquisições) conforme Project Management Institute – PMI, escritas de forma clara e objetiva no PMBOK Guide – Guia Oficial do Conjunto de Conhecimentos do Gerenciamento de Projetos, que se entendidas e bem aplicadas se tornam práticas decisivas para o sucesso de um projeto.

É importante trabalhar com uma equipe de projeto heterogêneo, ou seja, com especialistas com diferentes formações, porém homogêneo nos conceitos de como gerenciar projetos. A partir do momento que enfoques de múltiplas disciplinas passam a operar no mesmo projeto, maiores são as chances de conflitos e, portanto, maior a necessidade de negociar soluções.

Desta forma, todas as pessoas que compõem o time precisam ter uma visão do que é o gerenciamento de projetos, ter conhecimento, pelo menos básico das fases do ciclo de vida de um projeto (iniciar, planejar, executar, controlar e encerrar), e das nove áreas de conhecimento mencionadas. Assim terão maior clareza acerca do que estão fazendo, e serão capazes de perceber o impacto de sua atuação no projeto.

Nesse sentido, cresce a importância de serem definidos objetivos claros e de pactuar prioridades, aumentando a necessidade de planejar coletivamente as atividades necessárias a atingir os requisitos do projeto proposto, aproveitando os talentos e experiências existentes na equipe.

A contribuição individual e seu impacto na fase de execução dos projetos são mais facilmente compreendidos, aumentando a participação e o envolvimento do time. A troca de informações entre os membros da equipe precisa ser organizada de maneira dinâmica, de forma que o plano de comunicação possa ser melhor utilizado.

De acordo com PMBOK® Guide (2002) o trabalho do projeto envolve “exigências que competem entre si em termos de escopo, duração, custo, risco, qualidade e interessados que possuem necessidades e expectativas diferentes,” que são trabalhos gerenciados pela equipe do projeto, o que evidencia o importante papel do time ao longo de desenvolvimento do projeto.

A capacidade de trabalhar em equipe normalmente, não ocorre automaticamente, como conseqüência natural da capacidade técnica ou experiência profissional de cada indivíduo.

Criar ou aprimorar essa capacidade é o objeto do processo de desenvolvimento de equipes previamente elaborado pelo gerente do projeto no gerenciamento de recursos humanos, cujos processos principais são:

- Planejamento organizacional - identificação, documentação e atribuição de funções, responsabilidades e relações de distribuição de informações do projeto,

- Formação da equipe – conseguir que os recursos humanos necessários sejam designados e estejam trabalhando no projeto (Comprometimento, fazer parte),

- Desenvolvimento da equipe – desenvolver aptidões individuais e da equipe para melhorar o desempenho do projeto.

O que esperar de uma equipe: capacidade de criar soluções e de direcionar seus melhores esforços a objetivos comuns, de forma que os resultados apareçam em várias frentes beneficiando a equipe, patrocinadores, clientes e parceiros.


Conclusão


Frente aos recursos utilizados para se desenvolver projetos, as pessoas são e continuarão sendo o elo central dos projetos, pois são elas que consolidam os resultados, através da realização das atividades por elas mesmas desenvolvidas.

Contudo, torna-se necessário qualifica-las e sempre estar motivando-as para assegurar que sempre estarão comprometidas, visto que os problemas dos projetos só podem ser resolvidos por pessoas.


Bibliografia


VARGAS, RICARDO. Gerenciamento de Projetos. Rio de Janeiro: Ed.Brasport, 2002.

 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo