Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Revista IETEC entrevista presidente da CEMIG

Harley Pinto
Revista IETEC

O executivo detalha, em entrevista exclusiva à revista IETEC, quais serão os investimentos da companhia em 2013, além do que a tornou uma das empresas mais lucrativas e admiradas do mercado de energia, não só no Brasil, mas em todo o mundo.

Confira abaixo a íntegra da entrevista com Morais, que ocupa a 26ª posição no ranking da revista Harvard Business Review, que mede a performance de presidentes de empresas e CEOs de todo o mundo.

INVESTIMENTOS
Quais são os planos de investimentos da CEMIG para 2013?
Os investimentos em linhas, subestações, redes e parque de medidores vão continuar garantindo a infraestrutura necessária para atender as demandas dos clientes em relação ao sistema elétrico da Cemig, mantendo o foco nos requisitos de qualidade exigidos pelos clientes e determinados pelo órgão regulador. Ainda no primeiro semestre deste ano, a Empresa estará concluindo um investimento da ordem de R$ 4 bilhões na ampliação e melhoria do sistema de distribuição de energia elétrica de Minas Gerais, incluindo obras de expansão, reforço, reforma e manutenção. Além disso, iremos modernizar o sistema de medição de energia para boa parte dos nossos 7 milhões de consumidores. Os recursos fazem parte do Plano de Desenvolvimento da Distribuidora e irão beneficiar diretamente mais de 18 milhões de pessoas na área de concessão da Empresa. 

Como o senhor vê as mudanças tecnológicas nos processos industriais no Brasil e no mundo atualmente?
A tendência do mundo é investir de maneira crescente em autossuficiência, sustentabilidade e redes inteligentes no setor de energia elétrica, dada a demanda cada vez maior de energia e a utilização massiva dos recursos naturais. No setor industrial, a energia é fator decisivo para a competitividade do setor. Daí, a necessidade de buscar maior eficiência no uso da energia elétrica, por exemplo, além da utilização de novas alternativas energéticas como a eólica, o gás e solar no processo.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
Práticas sustentáveis são cada dia mais necessárias, diante de um cenário de crescente competitividade. Quais são as principais ações sustentáveis da companhia?
Para a Cemig, desenvolvimento sustentável é a busca de melhores condições de vida para a geração atual e para as gerações futuras. É a condução ética, transparente e rentável de seus negócios, respeitando o meio ambiente e atuando com responsabilidade social. Agindo dessa forma, a Cemig gera valor para os seus acionistas, consumidores e para toda a sociedade. Por orientação do nosso acionista majoritário, o Governo de Minas Gerais, a Cemig investe continuamente em energias alternativas, como a eólica e a solar. A Cemig participa, por exemplo, do projeto Minas Solar 2014, que tem como principal objetivo a instalação de uma usina solar na cobertura de concreto do Mineirão. Com iniciativas como essa, a Cemig se posiciona à frente na solução energética, de forma técnica e ambientalmente correta, para o projeto estrutural da Copa do Mundo de 2014. Recentemente, lançamentos ainda o Atlas Solarimétrico de Minas Gerais. Os dados preliminares desse trabalho são promissores, apontando índices de radiação solar de 5,5 a 6,5 kWh/ m²/dia em mais de metade da área do Estado, o que é suficiente para abastece uma residência média. 

Há 13 anos a companhia está presente no índice Dow Jones de Sustentabilidade. O que isso representa, não apenas para a CEMIG, mas para o setor energético brasileiro como um todo?
A Cemig está presente desde a primeira edição do índice, há 13 anos, e é a única empresa de energia elétrica da América Latina a já ter feito parte dele nesses anos. Também foi selecionada em duas oportunidades como líder mundial de sustentabilidade do supersetor de utilities, que engloba empresas de energia, saneamento e gás de todo o mundo. As outras empresas do setor elétrico são geralmente de países desenvolvidos da América do Norte e da Europa, mas também do Japão e da Oceania. 
Para a Cemig, é de fundamental importância estar nesse seleto grupo do índice Dow Jones. É uma responsabilidade para a Empresa, pois a cada ano temos de nos adequar e usar novas práticas para que possamos continuar a sermos bem pontuados e estar não apenas no DoW Jones, mas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de São Paulo.
Isso torna a empresa uma referência e agrega valor à sua marca, reforça a sua reputação e a credencia a ter respeito no trato com seus clientes, fornecedores, investidores e a sociedade de uma forma geral.

A empresa incentiva a adoção de métodos inovadores visando a redução de custos e a geração de novas frentes de negócios? Como isso ocorre?
A Cemig incentiva métodos inovadores e eficientes do uso de energia a partir da Efficientia, empresa do grupo criada em 2002. A Efficientia busca propiciar a redução de custos com energia, com a consequente redução dos custos de produção e aumento da produtividade de seus clientes. Isso garante maior competitividade de produtos e serviços no mercado. A Empresa realiza atividades de consultoria, medição e verificação, prospecta projetos de eficiência e soluções energéticas, avalia soluções do ponto de vista técnico e econômico-financeiro e garante apoio técnico à implantação das medidas. 

INOVAÇÃO
A empresa investe na inovação dos seus processos e produtos? Como se dá essa realidade?
A Cemig está investindo em redes inteligentes ou smart grid, através do Projeto Cidades do Futuro. O programa de P&D que desenvolve essa nova tecnologia vai permitir o aumento da eficiência energética, a redução das perdas comerciais e melhoria na interação com o consumidor. Ele poderá verificar o seu consumo de energia em tempo real. Em Minas Gerais, Sete Lagoas foi a cidade escolhida para os testes e já contempla 3.800 medidores inteligentes em unidades consumidoras. 

Como a inovação pode contribuir para que as práticas sustentáveis sejam mais assertivas e constantes? 
A Cemig investe prioritariamente em projetos sociais, ambientais e culturais que tenham continuidade e envolvimento das comunidades. Um bom exemplo é o Programa Energia Inteligente, que desenvolve projetos de eficiência energética visando demonstrar para toda a sociedade a importância de utilizar corretamente e com segurança a energia elétrica, reduzindo o desperdício e contribuindo para a preservação do meio ambiente. Apenas na última década, através deste programa, a Cemig investiu quase meio bilhão de reais em mais de 150 projetos de eficiência energética, atuando em diversos segmentos da sociedade para demonstrar a importância e como é fácil eliminar o desperdício de energia. 

TALENTOS
É cada dia mais importante uma boa qualificação dos profissionais. Como a CEMIG seleciona seus colaboradores? 
Na Cemig, a seleção dos colaboradores se faz a partir de concurso público e todos os empregados são estimulados por meio do acompanhamento de metas anuais a serem cumpridas, através da participação nos lucros e resultados da empresa de acordo com o cumprimento das metas estabelecidas para todos, incluindo os que exercem funções de chefia. 

No que se refere aos seus colaboradores, como se dá seu desenvolvimento? 
Para a qualificação, temos a Univercemig, a universidade corporativa da Cemig, com um campus localizado em Sete Lagoas. Nela são estabelecidas trilhas de aprendizagem para os colaboradores da Empresa através do mapeamento das competências – essenciais, técnicas, estratégicas e de liderança – das funções. Essas trilhas orientam os treinamentos necessários a cada função, propiciando um processo contínuo de aprendizagem e o aumento do desempenho no trabalho. Além disso, dentro de sua especialidade, a UniverCemig propõe oferecer também treinamentos à comunidade, clientes, fornecedores e outras empresas do setor de energia. 

Como é a política de retenção e formação de seus talentos?
O corpo de empregados da Cemig, além de altamente qualificado, tem alto índice de permanência na Empresa. A média de tempo de casa dos nossos empregados é muito alta, de 22,7 anos, o que mostra que a Empresa oferece benefícios e salários condizentes com o mercado. Historicamente, o empregado da Cemig sabe da importância da Empresa para o Estado e para o País, e sobre o seu papel na organização. Com isso, ele trabalha com dedicação, procura seguir as regras de saúde e de segurança e projeta a sua carreira dentro da organização.


Quem é Djalma Bastos de Morais
Engenheiro (com especialização em Telefonia) pelo Instituto Militar de Engenharia do Rio de Janeiro, Morais ingressou na Telebrás em 1974. Em 1990, chegou à Chefia do Departamento de Operações da matriz. Foi presidente da Telemig (1990/1993). A partir de janeiro de 1994, foi titular da pasta do Ministério de Telecomunicações e, no ano seguinte, do cargo de vice-presidente da Petrobrás Distribuidora.
Em 1999, assumiu a presidência da Cemig. Na sua gestão, a empresa passou por uma ampla reestruturação, tornando-se um grupo formado por mais de 100 sociedades e 16 consórcios. Hoje, a Cemig é a maior distribuidora de energia elétrica do país – com participação em empresas como a Light, TBE e Taesa –, além de operar uma linha de transmissão no Chile.
Na sua gestão, foram criadas dez usinas (maior número desde a fundação da empresa, em 1952). É a única empresa do setor elétrico incluída por treze anos consecutivos no Índice Dow Jones de Sustentabilidade.
O período de 14 anos que Morais está à frente da Cemig (completados em janeiro), é o de maior duração já exercido por um presidente. O executivo ocupa a 26ª posição no ranking da revista Harvard Business Review, que mede a performance de presidentes de empresas e CEOs de todo o mundo.

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo