Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Gestão e Tecnologia Industrial

Melhorando a eficiência do seu processo com a utilização da OEE

Christian Vieira

Engenheiro de aplicações para a América Latina da GE Intelligent Platforms.

Com a situação econômica atual, mundo globalizado e competição, executivos se tornam sensíveis em todos os aspectos de custos de produção e manufatura. Isso faz com que o aumento de eficiência se torne vital para sobrevivência.

Da redução dos tempos de paradas ao aumento de produção, não existe maneira mais rápida de aumentar a performance da empresa do que otimizar os processos. Dada a complexidade dos ambientes, apontar onde e como fazer essas melhorias ou otimizações nos processos pode ser um desafio grande.

Atrasos na produção podem aparecer, processos podem ser interrompidos por qualquer razão e paradas podem ocorrer em frações de segundos. Capturar esses eventos, antes que os efeitos se tornem graves, requer um conjunto de soluções e ferramentas com características modulares, abertas e principalmente com um excelente custo-benefício.

O que é OEE?

Conceitualmente, OEE é uma métrica de performance compilada com dados de máquina ou qualquer processo contendo disponibilidade, performance e qualidade. Tais dados podem ser coletados manualmente ou automaticamente e basicamente seguem as equações:

 Disponibilidade = (Tempo Operação - Tempo Paradas) / Tempo Total

 Performance = Produção Realizada / Produção Planejada

 Qualidade = Produtos Sem Rejeito / Total de Produtos

 OEE= Disponibilidade x Performance x Qualidade

O produto desse cálculo é a indicação da eficiência da sua planta. Esses tipos de estatísticas são considerados como indicadores de performance (KPIs) e podem ser visualizados em diferentes maneiras, porém sempre objetivando um relatório de fácil acesso e flexível, permitindo que todos na organização possam acessar os dados e tomar decisões.

O que afeta o OEE de sua planta?

O ambiente de produção atual é complexo e envolve uma série de variáveis, sistemas e pessoas. E quanto mais complexo fica, maior a possibilidade de erros.

Alinhando os maiores contribuidores de ineficiência com os componentes principais do cálculo do OEE, notamos que as principais causas de ineficiências são:

Disponibilidade

 Falhas de Equipamentos / Paradas

 Setups de Máquinas e Ajustes

Performance

 Tempo Inativo

 Velocidade de Processo Reduzida

Qualidade

 Perdas

 Rejeitos

Através da medição de todos esses fatores, os envolvidos no processo terão um melhor entendimento e visualização do chão de fábrica e focar principalmente nas áreas de ineficiência.

E é focando nesse aspecto, medição, controle, visualização e detalhamento de eventos de planta que muitas empresas estão adotando soluções de software para Gerenciamento de Eficiência Industrial.

Como funciona uma solução de Gerenciamento de Eficiência Industrial?

Soluções de software para monitoramento e controle de eficiência podem monitorar uma simples máquina ou até uma linha de produção inteira visando reduzir tempos de paradas e aumentar a disponibilidade e eficiência. Independentemente se o processo é discreto ou contínuo, tais soluções de software podem lhe auxiliar a tornar o seu ambiente industrial e operacional mais efetivo e rentável do que antes. Entenda sua produção, detalhando eventos como paradas, rejeitos, troca de produtos e etc.

Com uma simples monitoração de sinais básicos de sua máquina, coletados por um PLC, CNC ou qualquer solução de supervisório compatível com OPC, softwares para Gerenciamento de Eficiência podem ser utilizados para captação dos sinais, armazenamento de históricos e o passo final, transformação dos dados em informação, permitindo que os eventos sejam captados e inteligência agregada à sua automação.

Tais softwares farão com que você não só capte eventos de paradas automaticamente, mas também terá acesso a informações como "qual o equipamento com maior índice de paradas", "qual o turno/equipe que apresenta maior incidência de problemas e talvez requeira um treinamento", "qual o MTTR e MTBF de sua linha de produção", "qual o índice de rejeitos da linha" e muitos outros indicadores. Tudo isso online e disponível em relatórios na sua intranet.

Talvez muitas empresas até tenham esse tipo de indicadores de eficiência, mas, em muitos casos, para se obter um relatório com essas informações, é necessário um "corre-corre" enorme, envolvimento de diversas pessoas para obtenção das informações, sistemas que não se integram, dados que são imprecisos e o mais frequente, a informação ou o relatório nunca está disponível no momento em que precisamos.

O diferencial de softwares de Gerenciamento de Eficiência, além da facilidade de implementação, está no fato de poder ser aplicada a qualquer tipo de processo que vise melhorar disponibilidade e conectividade, já que os usuários podem ser tanto plantas que já utilizem essas soluções de automação ou também de outros fabricantes, garantindo assim a preservação dos investimentos de automação. Além disso, todas as informações e relatórios do sistema estão disponíveis automaticamente na sua intranet, portanto, se o gerente deseja o relatório às 7h, ele o terá sem problema algum.

Rápido retorno sobre o investimento

Atualmente, qualquer empresa que faça um investimento, em qualquer área, requer um rápido retorno. Com a adoção de soluções de Gerenciamento de Eficiência, você conseguirá retorno rapidamente através de:

 Redução de rejeitos/perdas

 Aumento de produtividade

 Redução de paradas

 Identificação de "gargalos" de produção

 Identificação de possíveis problemas de manutenção, antes que aconteçam.

Portanto, diante de um mercado cada vez mais competitivo, ser eficiente é pré-requisito para que uma empresa seja bem sucedida. E isso, além de todos os benefícios citados neste artigo, ela pode conseguir através do Gerenciamento de Eficiência.





 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo